quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Especial de natal na Natbhang

Neste último domingo, dia 23 de dezembro, aconteceu o Especial de Natal no Espaço Cultural Natbhang. Evento idealizado com o intuito de fomentar o espírito de amor e união baseados no real motivo de comemoração dessa data: o nascimento de Jesus. Assim como, mostrar que é possivel presentear ao próximo, sem entrar na onda do consumismo.
Nessa perspectiva, destacamos a simbologia do natal e suas origens. Assistimos um filme infantil, montamos uma àrvore de natal e a enfeitamos com mandalas, feitas por nós mesmos durante o dia. Também fizemos brinquedos como o barangandão e o currupiu, que alegrou a todos que brincavam como e com as crianças. Foi servido uma alimentação vegetariana como ceia, também pra mostrar que é possivel uma mesa sem carne e sem gula. Ao final, trocamos presentes (mandalas e incensos) com algo ainda maior que a simbologia que estes já traziam, a gratidão. E Terminamos a atividade cantando hinos de natal, saudando a universalidade.



Algumas horas do dia em comunhão com os irmãos e a força maior, que nos alimenta e faz refletir para encontrar o verdadeiro sentido da vida.

para ver todas as fotos Clique aqui!

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Um dia de encontros para 2008

Nesta última segunda-feira, 17/12, acontecerem 3 reuniões importantes no espaço cultural Natbhang. A primeira referente à identidade visual da Faiah, que ficará por conta da EPONTO, a segunda sobre o seu registro legal e a terceira, maior de todas, um encontro de agentes representando suas respectivas organinações/movimentos para o planejamento em rede de 2008. E para finalizar, ou melhor, completar esta seqüência de encontros que marca apenas o início de muitas coisas, na terça de manhã, recebemos a presença de Moura, que não pode estar na reunião do dia anterior.

Abordaremos a seguir, um pouquinho de como foram as duas ultimas reuniões.

“A gente começou se apresentando brevemente (pessoas), na seqüência cada movimento/coletivo se apresentou com um pouco mais de profundidade. Depois (e durante, na verdade) ficamos conversando/articulando várias coisas como redes de produção e consumo, articulação para descolar espaços, feiras de trocas, seminários entre movimentos/coletivos, ajudas mútuas entre os movimentos/coletivos, o que cada um pode oferecer e o que cada um precisa, participação nas atividades uns dos outros, outros movimentos/coletivos pra convidarmos a integrar essas atividades (Meta-Reciclagem, CMI, EPARREH, Coletivo Dolores, ARCA e NCA entre outros), a reunião durou umas três horas e meia, mas logo eram 10h da noite e a galera tinha que ir embora, todos então concordamos que esse foi só o esquenta!!!” (por Ana Terra)


Estiveram presentes na noite de 2ª (17.12.2007) as seguintes pessoas:

-Lokesh (Direito UNESP Franca / Prout / Incubadora da UNESP-Franca)
-Bannitz (Incubadora da GV)
-Bianca (Direito UNESP Franca / Rede Pupular de Estudantes de Direito / Incubadora da UNESP-Franca / EIV-MST)
-Kleber (FACA / rede-embrionária-metropolitana-de-permacultura)
-Fê (Incubadora da USP / rede-embrionária-metropolitana-de-permacultura)
-Cesinha (Incubadora da GV)
-Ana Terra (MH / Incubadora da USP / rede-embrionária-metropolitana-de-permacultura)
-Isabele (Incubadora da GV)
-Heitor (FAIAH / Prout)
-Pack (FAIAH / CCJ / Upcrew)

...com participação especial da Sabrina (Filha do Kleber) e do Caetano (Filho da Fê).

E na manhã de terça (18.12.2007) as seguintes pessoas:

-Moura (NEPA)
-Heitor (FAIAH/Prout)
-Pack (FAIAH / CCJ / Upcrew)
-Ana Terra (MH/Incubadora da USP/rede-embrionária-metropolitana-de-permacultura)
-Kleber (FACA/rede-embrionária-metropolitana-de-permacultura)
-Fê (Incubadora da USP/rede-embrionária-metropolitana-de-permacultura)

Na reunião com o Moura do Nepa, apresentamos o icFaiah, onde moura já começou a riscar o que falávamos criando um desenho no campo mental, conforme sua explicação e questionamento, perguntando o porquê das coisas. Já fez uma elucidação na seqüência, utilizando do João-de-barro como referencia. Citou de estruturas rígidas e flexíveis, potencialidade, estratégia e captação de recursos. Ana Terra explicou uma das formas que o MH usa pra captação, que é a campanha de coleta. Vendo que o tempo já estava curto, partimos pra apresentação do FACA e do Nepa, que apresentou seu método de trabalho, o projeto Arte de viver, a Aliança Social e ainda falou um pouquinho sobre o geração muda mundo, além de exibir um filme, e comentar, sobre o Banco Palmas.
Outra reunião, que terminou com a vontade de continuar, e abriu um leque de possibilidades.

>Confira todas as fotos clicando AQUI!!!

terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Livroamente estréia na programação da Natbhang

Nesta última sexta, 14/12, demos início ao livroamente, ação que ocorrerá todo mês no espaço cultural Natbhang.

"Livroamente: Expansão Mental
Esta ação tem como foco discutir temas baseados em obras literárias, assim como, seu caráter histórico e artístico, fomentando a importância de uma boa leitura como base para a expansão mental."


A Atividade, ministrada por Anderson Endelécio, rolou como uma espécie de expo-apresentação das grandes obras literárias Antigas do Oriente , com enfoque na história da literatura, apresentadas e comentadas de maneira superficial porém clara obras como Os vedas (índia), AL Corão (Islã), Tao te king (china), Avesta (Pérsia), Torá (Hebreus) e diversas outras obras fundamentais na literatura oriental antiga que norteia até hoje milhões de pessoas em todo mundo, deixamos claro a importância que estas obras tem para o mundo ocidental no campo da literatura e de escritores como Dostoievisky, Victor hugo e James joyce.
Compunha a exposição gravuras raras da década de 40 sobre a civilização Mongól ilustrando a semelhança que os mesmos tinham com os hindús e pequenas estatuetas contemporâneas de Sidarta, Shiva e Krishna fazendo assim um espaço lúdico transportando os participantes para o cenário das respectivas épocas. Foram apresentados livros raros como OS SUFIS e a VIDA KRISHNA e a exposição das idéias fluiu com uma didática experimental fugindo dos métodos educacionais institucionais (professor/aluno), (caderno/lousa).
___________

Para saber a programação completa do espaço cultural Natbhang clique aqui!

sábado, 15 de dezembro de 2007

5 zonas realiza mais um painél, agora em Itaquera.


Unindo suas forças com moradores, comerciantes, amigos e etc, o 5 Zonas está realizando mais uma produção, dessa vez o foco é o bairro XV de Novembro em Itaquera, Zona Leste de São Paulo.

Com o início da atividade ainda em Novembro (mês de aniversário do bairro), a confecção desse grande mural será concluída no dia 22/12.

A todos que quiserem prestigiar/conhecer o 5 Zonas/pegar contato e etc, pode comparecer nesse mural que fica na Rua Damásio Pinto, 1809 - Itaquera, nos dias 18 e 22/12 das 10:00hs às 17:00hs

Equipe 5 Zonas: Credo, Eve14, Hope, Sow e Tota
Para maiores informações acessem http://neograffiti.org.br/blog/

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Preservação ambiental no dia-a-dia e na geração de energia

Conheça a nova Usina Solar, um projeto gigante, que gera tanto eletricidade quanto resultados positivos para o meio ambiente, inaugurado no sul da Espanha: a primeira usina do mundo movida inteiramente pela energia do Sol. E saiba como você pode, no dia-a-dia, economizar energia e preservar o planeta.
_______________________





No meio do terreno árido da região, a usina se destaca pela magnitude e imponência. Do chão brotam os raios que convergem no topo da torre de 160 metros, mais alta que um prédio de 50 andares. É radiação solar em estado puro, concentrada em um único ponto. Calor natural que aquece a água que corre para dentro da torre até virar vapor a 400ºC, para mover as turbinas que produzem energia elétrica sem poluir o meio ambiente.

Novecentos espelhos gigantes se movem lentamente como girassóis. Nem dá para perceber a mudança de posição, mas eles estão sempre alinhados com o Sol para refletir o máximo de luz, direto para a torre de captação. É a maior usina solar com produção de energia em escala comercial do mundo. Daqui sai eletricidade para abastecer 180 mil casas, uma cidade do tamanho de Sevilha, que fica a 30km.

A construção ocupa uma área do tamanho de 60 campos de futebol. E custou o equivalente a meio bilhão de reais. Cada centavo saiu da iniciativa privada, um consórcio de empresas espanholas que planeja recuperar o investimento em apenas dois anos.

"Trocamos o gás, o carvão e o petróleo pelo Sol, que brilha 240 dias por ano na região sul da Espanha. E é de graça", diz o engenheiro responsável pela produção de energia.

A segunda usina, ainda maior, já está em construção. Outras sete completarão o projeto da plataforma solar de Sevilha até 2014. O plano é fornecer eletricidade para todo o sul da Espanha. E o melhor de tudo: evitar que sejam despejadas 600 mil toneladas de dióxido de carbono por ano na atmosfera.

"É um tecnologia que pode servir a sociedade, em qualquer parte do planeta", diz o engenheiro. "Inclusive no nordeste do Brasil, onde o que não falta é Sol". Trata-se da fonte de energia mais antiga do mundo, mas ainda considerada por muita gente um negócio do futuro. Não na Espanha, onde já é, claramente, um sucesso. ( Globo Online)

--
"Se a galáxia é energia pura em suas multidimensões e o equilibrio atômico a grande verdade da vida, então que eu possa me sentir plenamente como uma partícula desta boa energia transformadora do meio. Viva a energia transformadora! Viva a boa energia, a energia do bem!"


fonte:
Instituto iBiosfera - Conservação & Desenvolvimento Sustentável
www.ibiosfera.org.br
www.spaces.msn.com/ibiosfera
__________________________________________

Confira a seguir DICAS PRÁTICAS PARA VOCÊ ECONOMIZAR ENERGIA E PROTEGER O PLANETA

1. TAMPE SUAS PANELAS ENQUANTO COZINHA. Parece óbvio, não é? E é mesmo! Ao tampar as panelas enquanto cozinha você aproveita o calor que simplesmente se perderia no ar.

2. USE UMA GARRAFA TÉRMICA COM ÁGUA GELADA. Compre daquelas garrafas térmicas de acampamento, de 2 ou 5 litros . Abasteça-a de água bem gelada com uma bandeja de cubos de gelo pela manhã. Você terá água gelada até a noite e evitará o abre-fecha da geladeira toda vez que alguém quiser beber um copo d'água.

3. APRENDA A COZINHAR EM PANELA DE PRESSÃO. Acredite... dá pra cozinhar tudo em panela de pressão: Feijão, arroz, macarrão, carne, peixe etc... Muito mais rápido e economizando 70% de gás.

4. COZINHE COM FOGO MÍNIMO. Se você não faltou às aulas de física no 2º grau você sabe: Não adianta, por mais que você aumente o fogo, sua comida não vai cozinhar mais depressa, pois a água não ultrapassa 100ºC em uma panela comum. Com o fogo alto, você vai é queimar sua comida.

5. ANTES DE COZINHAR, RETIRE DA GELADEIRA TODOS OS INGREDIENTES DE UMA SÓ VEZ. Evite o abre-fecha da geladeira toda vez que seu cozido precisar de uma cebola, uma cenoura, etc...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Agenda desta semana

Esta semana teremos eventos bem importantes, e gostariamos que todos interessasdos participem. Segue abaixo a agenda desta semana, que tem como atividades, estudo de prout com o Dada Jinananda da Ananda Marga, a pré-conferência temática de juventude e cultura no CCJ e o Sarau da Luz no instituto Merkaba.
Para ver a agenda do mês clique aqui e para ver a programação completa do espaço cultural Natbhang clique aqui.
___________________________________

Estudo de Prout especial - com a presença do Dada Jinananda


dia 13, quinta a partir das 19h

Espaço cultural Natbhang

para maiores informações clique aqui!

___________________________________

Pré-Conferência temática de Juventude e Cultura


Dia 14/12, das 14h às 20h no Centro Cultural da Juventude
Av.Deputado Emílio Carlos, 3.641 (ao lado do terminal Cachoeirinha)Vila Nova Cachoeirinha - São Paulo - SP

Para participar basta enviar a ficha de inscrição preenchida para o email: ccjredessociais@prefeitura.sp.gov.br

Para ter acesso a ficha de incrição clique aqui

para maiores informes clique aqui

___________________________________
Sarau da Luz

dia 16, domingo, das 17h às 21h

instituto merkaba - av. pompéia, 984

para maiores informações clique aqui!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

Clube de compras ínicia suas atividades

Chegaram ontem, 05/12, as primeiras cestas do Clube de compras com alimentos orgânicos direto dos pequenos produtores.

“Os alimentos não são mercadorias. São alimentos!”
(João Pedro Stédile)


Laborando em prol de possibilitar opções de uma alimentação mais saudável, de fortalecer uma economia mais solidária e os pequenos produtores ao invés das grandes indústrias capitalistas, a monocultura e o latifúndio, a Faiah, através do ponto de distribuição NatBhang, lançou o projeto Clube de compras.


O clube de compras deu início às suas atividades ontem, 05/12, recebendo as primeiras cestas com alimentos orgânicos, em parceria com o MICC (Movimento de Integração Campo – Cidade) que distribui alimentos orgânicos à baixo custo, verduras e legumes, vindos diretamente dos pequenos produtores orgânicos de Ibiúna e agricultores assentados, evitando assim a especulação alimentar e a ação dos atravessadores. Além da preocupação com a ecologia, a educação ambiental e nutricional, e a luta organizada a favor da Reforma Agrária.

As cestas são entregues a cada 15 dias às quartas-feiras no período da manhã. Estas são compostas em média por 8 produtos, às vezes 7 ou 9, que variam de acordo com a época, pois nem todos dão o ano todo. Os interessados devem solicitar com antecedência o pedido através do telefone ou do e-mail da Natbhang (tel: (011) 34677086 /e-mail: natbhang@yahoo.com.br) e retirar a cesta no local.


*Em breve também estará disponível as cestas de produtos integrais com 27 ítens.




"Que seu alimento seja seu remédio,que seu remédio seja seu alimento" (Hipócrates)



___________________________________



MICC



“Somos um grupo de pessoas que busca a conscientização e a união de forças pela valorização da terra e de quem nela trabalha.O que nos une é a interdepêndencia entre a zona rural e a zona urbana: as pessoas da cidade precisam dos produtos agrícolas para manterem seu abastecimento e os agricultores conseguem seu sustento com a venda do que produzem

Para evitar a especulação alimentar e ação dos atravessadores, recebemos verduras e legumes mais saudáveis com preços menores, direto dos produtores e vendemos às comunidades. Assim, o MICC contribui para que os pequenos agricultores não vendam suas propriedades.No mundo globalizado o que vale é a mercadoria, o lucro, o transgênico e a monocultura latifundiária que favorece as empresas de química ou inseticidas.Nós do MICC defendemos que todos tenham acesso a uma vida com mais saúde, sempre respeitando à natureza.”

domingo, 25 de novembro de 2007

Faiah participará do 24h de Cultura na Universidade Federal de Mato Grosso

Convidado pelo Movimento Panamby, o grafiteiro e produtor cultural Pack Nolé, embarca esta noite, dia 25 de novembro, rumo à Cuiabá para trabalhar no evento "24h de cultura na UFMT".
Após ter permanecido por um ano e meio em Cuiabá, em parceria com a Cufa, e há um mês apenas em São Paulo, ele volta pra lá com muita alegria: “Será sempre bom visitar Cuiabá. Criei muitos laços lá. Muitos amigos e muito aprendizado também”. Pack irá ministrar a oficina de capacitação “Percepção do Ambiente Urbano pelo Grafitte” e outra oficina com noções básicas de Graffiti para crianças, além de trabalhar na produção do evento. Ele ressalta: “Artista igual pedreiro, esse é o lema. Trabalhar pra progredir. Mas o diferencial é que nós laboramos, a diversão faz parte”.


24 horas de Cultura na UFMT

Evento de congregação, integração e produção cultural durante 24 horas do dia, onde a comunidade universitária e comunidade externa participam de oficinas de produção cultural, produzem e mostram expressões artísticas de todos os gêneros e ainda podem, numa ciranda falada e cantada, contar suas histórias e tecer possibilidades e formas novas e alternativas de ação e produção de sua cultura.
Este ano, será realizada a segunda edição do evento, em 30 de novembro de 2007, no Centro Cultural da UFMT, organizado pelo Movimento Panamby, junto de seus parceiros e apoiadores.

Para saber mais sobre este evento, a programação completa e seus idealizadores acesse o blog http://24hdeculturaufmt.blogspot.com/

sábado, 24 de novembro de 2007

Modelo de aniversário sustentável agrada convidados

Aproveitando o aniversário do Heitor, membro-fundador da Faiah, Márcia Luz apresentou sua proposta-modelo de aniversário sustentável.

Aconteceu nessa última quinta-feira, dia 22 de novembro o aniversário de nosso querido Heitor, que completou 23 anos de caminhada terrestre. Aproveitando a ocasião, Márcia Luz integrante da SVB - Sociedade Vegetariana Brasileira, apresentou uma proposta-modelo de festa de aniversário sustentável. No cardápio, que tinha desde lanche a bolo e docinhos, tudo vegan, nada animal. Destaque especial para a flor moldada no bolo, que lembrou muito uma folha de ‘ganjah’ pra felicidade da “Família Bhanganjah”. Estiveram presentes não só os membros da banda recém citada, mas também outros revolucionários, se assim podemos dizer, membros do FACA – Foco de Atividades de Cultura Alternativa, Fernanda, Kora, Cris, familiares e mais amigos. Sem falar na menina Faiah (hehe) Ana Terra, que antes de chegar na festa já havia tido várias reuniões e ainda foi embora sem comer o bolo, pois tinha mais outra reunião (é fogo ou não é? Fogo Azul). Essa vida de revolucionário não é fácil. Mas nada como uma festinha de vez em quando pra descontrair, e lembrar de ser criança. Papel bem representado pelo pequeno Otto, Caetano e Yuri que demonstrou suas habilidades em artes marciais e até lutou com o aniversariante.

Mas falando sério agora, o encontro foi muito importante para a formação de novos elos, para novas propostas de ações, e é claro, o objetivo principal: provar que é possível fazer uma festa sem derivados de animais, sem refrigerantes, cigarro ou álcool, com pouco investimento e o mínimo de resíduos.

Em dias atuais, que tanto se fala de preservação ambiental e sustentabilidade, nada melhor do que começar as mudanças em nossos próprios hábitos. Se você tiver interesse em fazer algo semelhante em seu aniversário, casamento ou qualquer evento, entre em contato com a Márcia através do e-mail ocasvb@gmail.com ou então pelo faiah.comunicacao@gmail.com


Confira a seguir slide das fotos:

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

5 Zonas presenteia a Cidade de São Paulo

Nos dias 27, 29 de Novembro e 04 de Dezembro, será realizado um mural de Graffiti no bairro de Itaquera, zona leste de São Paulo, situado na Rua Damásio Pinto, nº1809. Essa pintura é uma continuação do método de trabalho desenvolvido no projeto 5 zonas de Graffiti, que foi executado de Fevereiro à Julho deste ano, realizado por quatro jovens grafiteiros (Credo, Eve14, Hope e Sow) do bairro de Cidade Tiradentes, em parceria com o grafiteiro Tota e o Instituto Pombas Urbanas.


Nesses 6 meses, o projeto contou a história de cinco bairros da cidade de São Paulo, através da técnica do Graffiti, uma intervenção urbana que possui forte impacto visual. Além das pinturas dos cinco murais (zona leste, sul, norte, oeste e centro), foi realizado um curso de Graffiti para iniciantes, a criação do site www.neograffiti.org.br e uma exposição de fotografias que registraram o processo artístico desenvolvido com o projeto, essa exposição aconteceu no Centro Cultural Arte em Construção, em Cidade Tiradentes.

Para execução dos murais, segue-se a seguinte cronologia: pesquisar a história do bairro (ou do que for o tema) com os próprios moradores, criar esboços das imagens através desses depoimentos, e concluindo a execução do mural durante três dias em média. Com essa metodologia foi pintado a lateral do Centro Cultural Arte em Construção, onde se pode ver os personagens do grupo de teatro Pombas Urbanas, e acreditando nessa integração valorizaremos os moradores com seus depoimentos para criação dos esboços, e posteriormente a confecção de murais, Itaquera será o próximo bairro presenteado por meio de muros revitalizados com pinturas temáticas de sua própria realidade contada por pessoas comuns.

Evento: Pintura do mural – 5 Zonas
Data: 27, 29 de Novembro e 04 de Dezembro
Horário: das 10:00hs até 17:00hs.
Local: Av. Damásio Pinto, nº1809, Parada XV de Novembro - Itaquera

Mais informações:
Tota – 9544 3986

http://www.neograffiti.org.br/

contato@neograffiti.org.br

terça-feira, 20 de novembro de 2007

SVB e ECOCERT BRASIL lançam selos vegetarianos

Os consumidores brasileiros que por razões éticas, ambientais e ligadas à saúde rejeitam o consumo de produtos animais ou de origem animal, contam agora , a exemplo dos consumidores de outros países, com a garantia de dois selos: 'VEGANO" e "VEGANO ORGÂNICO", os quais serão atribuídos aos produtos e serviços que tenham sido inspecionados e obtido uma atestação de conformidade com as normas estabelecidas pelo referencial.



REFERENCIAL PARA O USO DOS SELOS "VEGANO" E VEGANO ORGÂNICO"

Esta ficha sintética permite assimilar o essencial do referencial “VEGANO” e “VEGANO ORGÂNICO” e destina-se as empresas que visam uma atestação de conformidade de seus produtos ou serviços com as normas estabelecidas pelo referido caderno de encargos. A garantia oferecida aos consumidores implica no comprometimento dos operadores em respeitar os critérios do referencial. O referencial, privado, foi constituído em parceria da SVB-SOCIEDADE VEGETARIANA BRASILEIRA com a ECOCERT BRASIL e profissionais vegetarianos, interessados na valorização das substâncias vegetais naturais, no respeito ao meio ambiente, aos animais e ao consumidor; em colaboração com especialistas independentes; em relação com organismos europeus, especialmente a IVU – International Vegetarian Union, com o objetivo de harmonizar conceitos.

DEFINIÇÃO DE PRODUTO VEGANO (SVB)

São todas as substâncias ou preparados, que excluem de sua formulação qualquer tipo de carne e seus derivados (bovinos, aves, suínos, peixes, frutos do mar, insetos...); leite ou derivados do leite (originados de qualquer espécie de mamíferos; ovos ou oviprodutos (de qualquer espécie do reino animal); mel ou produtos apícolas; outros produtos de origem animal ou que contenham produtos de origem animal (ossos, sangue, glicerina, gorduras, gelatina, colágeno, estabilizantes, conservantes, emulsificantes, edulcorantes...)

DEFINIÇÃO DE PRODUTO VEGANO ORGÂNICO (SVB)

São todas as substâncias ou preparados, que excluem de sua formulação qualquer tipo de carne e seus derivados (bovinos, aves, suínos, peixes, frutos do mar, insetos...); leite ou derivados do leite (originados de qualquer espécie de mamíferos; ovos ou oviprodutos (de qualquer espécie do reino animal); mel ou produtos apícolas; outros produtos de origem animal ou que contenham produtos de origem animal (ossos, sangue, glicerina, gorduras, gelatina, colágeno, estabilizantes, conservantes, emulsificantes, edulcorantes...) e que tenham sido obtidas em conformidade com os regulamentos orgânicos

*matéria completa em http://www.svb.org.br/vegetarianismo/documentos/svb-e-ecocert-brasil-lancam-selos-vegetarianos-2.html

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Faiah discute produção cultural como espiritualidade no forum pela não violência


A Faiah esteve presente no II Forum Brasileiro "Pela Não-Violência Ativa" que aconteceu nos dias 10 e 11 de novembro, no Tendal da Lapa e tinha como tema: aTUAação transforma!
O evento reuniu diversas organizações e pessoas de todo o Brasil que discutiram de forma segmentada alguns temas como: Meio Ambiente, Mídia Ativista, Integração Latino-Americana, Saúde e Qualidade de Vida, Espiritualidade e Ação Transformadora entre outras.



Como não poderia deixar de ser, a Faiah egajou-se na última mesa sitada, e após as discussões, interrompidas apenas para um almoço vegetariano e a apresentação de um grupo de capoeira, definimos o seguinte material conclusório:

II Forum Brasileiro
Pela não-violência ativa


Mesa: Espiritualidade e ação transformadora
Quantidade de participantes: 17
Instituições participantes: Movimento Humanista, A mensagem de Silo e o Instituto Cultural Faiah

Pontos Relevantes do Encontro: O respeito à diversidade e o aprendizado mútuo.
Conclusões e propostas: A mesa conclui que há pontos em comum entre todas as linhas espirituais, sendo eles:
· O amor;
· Não fazer ao próximo o que não gostaria que fizessem para ti;
· A busca pelo sentido da vida;
· O sentimento de ligação (união) entre os seres e o meio;
· A concordância no pensar, sentir e agir, rumo ao desenvolvimento pessoal e coletivo.
Definimos que ação transformadora, parte do íntimo, transformando à si próprio e posteriormente o meio.

Entendemos que a mudança se dá como numa plantação, é preciso semear em terreno fértil, adubar e regar até que comecem a florescer e seja possível a colheita.
Sob essa perspectiva deliberamos a seguinte estratégia de ação:
Criar âmbitos, possibilitando o entendimento e a busca espiritual. Aguçando o interesse de forma sutil, seja através da arte, de dinâmicas ou de práticas, potencializando as qualidades do indivíduo, fomentando a expressão, a auto-estima, senso-crítico e o desenvolvimento-humano. Em outras palavras, a evolução do Ser.

Para isso, criaremos uma rede de troca de experiências e ações conjuntas como o sarau (com nome a ser definido) no Pq. Caucaia, pré-agendado para maio (tempo médio até o próximo fórum) como forma de encontro entre os pólos São Paulo, Rio e Curitiba, que se dispuseram a desenvolver ações nesse período de 6 meses, sob a proposta apresentada. Aproveitando o espaço para a troca de ‘know-how’ (tecnologia/conhecimento) e a partir desse encontro, trabalharmos no sentido de expandir e ocupar mais espaços, assim como o próprio fórum.

__________________________________


Após a leitura da conclusão para todos os presentes, o grupo apresentou uma performance que simbolizava a idéia do plantio e cada semente como a contribuição individual, finalizada com a quebra do vaso.
Este foi mais um encontro, para a solidificação de um mundo novo, proporcionando o intercâmbio entre os grupos, novos contatos e planos de ação. Num clima muito humano, pacifico mas ativo.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Programação para o fim de semana



Para maiores informações sobre os eventos acesse a Agenda do mês.

E confira a seguir um vídeo entitulado "Você aprende", texto de w. Shakespeare.


video

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Linha Dura se reune com a Faiah

Na última quarta-feira, 24 de outubro, o espaço cultural NatBhang recebeu a presença do rapper e produtor cultural Linha Dura, coordenador da Cufa Cuiabá.


Há um ano e meio atrás embarcava para Cuiabá um integrante da crew universo paralelo e parceiro da Família bhanganjah, para trabalhar na Cufa como oficineiro de graffiti no projeto Consciëncia Hip Hop. Experiëncia esta que trouxe a visão de organização e produção Cultural para o coletivo que começava a se formar, chegando hoje a ser o Instituto Cultural Faiah. Tendo parte nesta história, Linha Dura visitou a NatBhang pra conhecer um pouco mais do trabalho que vem sendo desenvolvido pelo gupo, mas principalmente para uma troca de experiëncias com os mesmos. O Rapper contou sua trajetória de vida, assim como do coletivo do qual faz parte. Compartilhou o know-how que vem sendo construído em Cuiabá junto a outras entidades parceiras como o Espaço Cubo, que se tornou referëncia de modelo organizacional e hoje expande cada vez mais sua tecnologia por meios como o Circuito Fora do Eixo e o Festival Calango.Linha Dura frizou detalhes da vivëncia em coletivo esclarecendo muitas duvidas referentes a este processo, e finalizou sua fala com a expectativa de trabalhos vindouros e um maior intercambio entre as organizações.

Para maior conhecimento do trabalho realizado por estas entidades acessem:

http://www.cufamt.org.br/

http://www.espacocubo.blogger.com.br/

segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Naturalmente Bhang

Namaskar irmãos.

Neste sabádo 29 de setembro ,teve inicio o "Programa Cultural - Naturalmente Bhang "
Num clima de muita comunhão , Rolaram Manifestações verbais,Musicais,Reflexões,Danças,Saudações Sagradas ,tratamos de temas profundos e essências nesse limiar de Nova Era .
Em Circulo,ao toque do Tambor abrimos o evento explanando tudo que envolve o Elemento "FOGO" ,e nesse sentido ,foram ocorrendo as manifestações , sempre quem ia ao centro tocava tambor e se expressava , na sequência rolou um pouco de musica espiritual Rastafari com todos presentes interagindo ,depois foi explanada uma pequena explicação a respeito de "Surya Namaskar=Saudação ao Sol" em seguida todos fizeram as posturas , exercitando corpos e mentes e agradecendo o Astro Rei , doador de Vida aos seres da Terra, as conexões foram rolando cada vez mais profundamente ,entrando em questões planetarias , visando sempre nossas ações como seres pertencentes a este Universo , muito foi expressado a respeito de nosso desenvolvimento Mental e Espiritual , e da extrema importância da Arte como meio de Despertar as massas, por estimular camadas sutis da mente .
Na sequência ao toque do tambor foi introduzida uma Explanação a Respeito dos "Essênios" povo este que viveu a mais de 2100 anos na terra , em perfeita Comunhão e Harmônia com a natureza ,foi citado a influência que o "cartesianismo" gerou na degradação do Planeta e na Deseducação dos povos .Percebemos que tudo que buscamos hoje , já era vivênciado por nossos Ancestrais em tempos remotos .
Tivemos grande participação de nossos irmãos do Movimento "Transdiciplinar" Alexandre (Ator e Agente Cultural) e Américo sendo este também educador pode somar muito na expansão do conhecimento histórico e trancendental ,além da força e soma no campo energético ,Américo deu uma demonstração de movimentos do Kung-Fu - Shaolin .
Na sequência , foi introduzido uma breve história de Shiva Nataraj ( O Senhor da Dança) , e com muita disposição introduzimos o "Tandâva",Dança que simboliza as forças da Vida e da Morte , essêncial ao Guerreiro Espiritual , dando disposição integral , comemos muitas sementes de Girassol germinado e continuamos as reflexões , fortalecendo os laços e os passos de nossa jornada Terrena .

Esses Encontros ,essas conexões são de vital importância no Fortalecimento individual e coletivo , Amplia a percepção , o campo de ação , e sentimos que a cada dia somamos mais Forças com a Família Humana , sempre de maneira eclética , respeitando as diferentes Manifestações, Culturas e Caminhos que brotam da mesma essência ,estaremos Todos os Sabádos à partir das 15:00, salvo excessões que serão comunicadas préviamente , Realizando esses Encontros Multiculturais, que são abertos ao público em Geral .

Saudações Fraternas
Heitor Hermann - Hiiteshvara Deva

sexta-feira, 28 de setembro de 2007

1º Encontro de Estudos e Vivências

Convidamos a todos para o 1º Encontro de Estudos e Vivências que ocorrerá Sexta-Feira 28/09 às 20:00Hrs no Espaço Cultural NAT BHANG .

A Proposta desses encontros, é a integração de todos no Universo da Sustentabilidade,seja ela Urbana ou Rural .
Entenderemos ao longo dos encontros temas como Permacultura , Agricultura Biodinamica , Principios de PROUT , e varios outros temas que envolvem a Construção do novo Mundo .
A proposta é que entendamos o que são esses "conceitos" e façamos visitas a Modelos que já vivênciam essas praticas ,como Comunidades ,Ecovilas, Casas de Sustentabilidade Urbana ... a Idéia é que também participemos de Construções , Programas de Agricultura , Mutirões,Oficinas etc ....
Obs: os encontros serão de 14 em 14 dias .

Esse é um passo no campo da Formação/Capacitação , pra que nesse caminhar cheguemos a Aplicação .
Sabemos que um processo é seguido por outro, Todos já estão vivenciando esses processos , portanto vamos caminhando ...
Se a lavoura fica sem cuidado , as erva daninha cresce e se fortalece , temos muito a plantar, a laborar ......


Podemos fazer um Mundo melhor de Fato e uma Humanidade mais feliz , mais para isso almejemos que Mudanças comportamentais nos campos da Matéria e do Espirito devem ser promovidos pela força do exemplo. a História só é feita por aqueles que aceitam seus desafios e Lutam pelo que acreditam .

Para outras informações: 81412276

sexta-feira, 21 de setembro de 2007

Dia Mundial sem Carro

A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente convida a população de São Paulo a aderir ao movimento "Dia Mundial Sem Carro", evento internacional realizado anualmente no dia 22 de Setembro. Esta mobilização vem ocorrendo há alguns anos em muitos países e tem como objetivo combater a poluição do ar, a emissão excessiva de gases efeito estufa, e estimular a adoção de políticas públicas de transportes coletivos de boa qualidade e o uso de modos não motorizados de transportes. Convidamos órgãos municipais (Secretarias, Subprefeituras, Fundações, Empresas, Autarquias, Escolas, Unidades de Saúde, Parques Municipais, etc.) a aderirem ao movimento. Os Secretários da Coordenação das Subprefeituras, de Participação Popular e do Verde e Meio Ambiente já se comprometeram a aderir. Pedimos aos que concordarem que neste dia não utilizem carro particular ou oficial para ir e voltar da sua casa para o trabalho e que façam também esta sugestão a outras pessoas. A participação é voluntária e deve levar em conta as múltiplas realidades de cada um.

Refletindo sobre o Uso Racional do Carro

A primeira experiência sobre "Um dia sem carro" foi realizada em 22 de setembro de 1998, com a adesão de 35 cidades francesas e se estendeu para toda a União Européia. A cada ano, nesse mesmo dia, quando se comemora também o dia mundial do pedestre, as adesões aumentam. No Brasil, o movimento começou em 2001 e, em 2004, contou com a participação de 63 municípios, entre os quais Campinas, Guarulhos, Londrina, Natal, Santos, Vitória, Belém, Campo Grande, Belo Horizonte, Aracaju, Joinville, Porto Alegre, São Luiz, Niterói, Salvador e Teresina. É na verdade um movimento por uma reforma urbana e por uma vida de maior qualidade nas cidades. A idéia principal é levar a população a refletir sobre os problemas causados por um modelo de mobilidade baseado no automóvel; nas possibilidades do uso racional e solidário dos carros; e também em alternativas de locomoção como o uso do transporte coletivo, da bicicleta ou simplesmente andar a pé. Poluição, congestionamentos, estresse e violência no trânsito, estão, em muitos aspectos, vinculados à dependência de nossa sociedade ao automóvel. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), tudo isso se reflete em problemas como a destruição da atmosfera terrestre, saturada por grande quantidade de poluentes, causando vários problemas de saúde e também alterando as condições de vida no planeta. Para quem aderir, será uma boa oportunidade de refletir sobre como recuperar valores da cidade e do seu patrimônio, que possam melhorar a nossa qualidade de vida.



segunda-feira, 17 de setembro de 2007

Escurecimento global - uma ameaça ainda imperceptível

por Taís Seibt da RETS


O “escurecimento global” ou “global dimming” têm sido o novo alvo de debate entre cientistas, meteorologistas, ONGs e governos de todos os continentes. O fenômeno vem sendo observado e catalogado desde a década de 50.


Vários estudos baseados em redes de estações radiométricas mostram que durante o período 1964-1992 se observa um escurecimento global significativo em amplas regiões da África, Ásia, Europa e América da Norte, com uma redução média de aproximadamente 2% (dois por cento) por década. O fato se deve à redução da irradiação solar global, ou seja, o fluxo de radiação solar que chega à superfície terrestre, tanto pelos raios solares quanto pela radiação difusa dispersada pelo céu e pelas nuvens.


Acredita-se que o escurecimento global tem sido causado por um aumento de partículas de aerossóis na atmosfera terrestre, como o carbono negro, ocasionado pela ação humana. O carbono negro é uma forma impura de carbono produzida durante a combustão incompleta de combustíveis fósseis, madeira (formando fuligem) ou de biomassa. Essa variação do CO2 pode ser encontrada em aerossóis, sedimentos e solos.


Os aerossóis, por serem partículas suspensas num gás, com alta mobilidade inetercontinental, além de outros particulados, absorvem energia solar e refletem a luz do Sol de volta para o espaço. Esse efeito variava com a localização, mas sabe-se que a nível mundial a redução foi da ordem de 4% (quatro por cento) ao longo das décadas de 60 a 90. Essa tendência inverteu-se em 1990, interferindo no ciclo hidrológico por via da redução de evaporação, originando um período de seca em várias regiões.


O aumento da poluição acarreta a produção de maiores quantidades de particulados - o que dá origem à formação de nuvens com um maior número de pequenas gotículas (isto é, a mesma quantidade de água encontra-se dispersa num maior número de gotículas). As gotículas menores tornam as nuvens mais refletoras, aumentando assim a quantidade de luz solar que é refletida de volta para o espaço e diminuindo aquela que atinge a superfície terrestre.


As nuvens interceptam tanto o calor proveniente do sol como o calor radiado pela Terra. Os seus efeitos são complexos e variam com o tempo, localização e altitude. Geralmente, durante o dia, a intercepção da luz solar é predominante, resultando num efeito de arrefecimento; durante a noite a re-radiação do calor para a Terra, abranda a perda de calor desta.


para visualizar o artigo na integra acesse o site da RETS

quarta-feira, 5 de setembro de 2007

Cerimônia de Abertura do Espaço Cultural Nat Bhang

No dia 25 de Outubro por volta das 18:00 hrs ocorreu a Cerimônia de Abertura do Espaço Cultural NAT BHANG , com direito a Kiirtan(Dança Devocional),Mantras e Meditação Coletiva .

Ficamos muito felizes com a presença de Dada Diipa(Monge Tântrico) e de todos irmãos que compartilharam esse momento histórico conosco .

Após a cerimônia explanamos alguns aspectos de nossos trabalhos , dando enfâse a visão integral de Amor e Respeito que temos pela natureza de forma ampla ,Meio Ambiente ,Animais,Seres humanos , visando a Construção de Uma Nova Consciência Planetária .
Por volta das 20:00hrs teve inicio a Palestra e Explanação do Projeto "Células de Transformação" de Aline Roldan , ganhadora do Premio Mundial do Milênio na categoria:Desenvolvimento Sustentável .

Aline fez considerações muito importantes ,visando um Novo Paradigma , o projeto é constituido com principios de PROUT ( Teoria da Utilização Progressiva) um modelo sócio-economico que tem como pilares :Cooperativismo,Auto-suficiência e Espiritualidade .

O Projeto visa um desenvolvimento Sustentável no sentido mais amplo da palavra , não se limitando a ser Auto-Sustentável ,mesmo entendendo a importância das "Células" estarem fortalecidas e servirem de Modelos . A Visão vai além , pois o que se busca é uma Transformação Social intensiva .

Aline embarcou para Nova Yorque onde participara de uma Conferência de uma rede de Ong´s na ONU .

sexta-feira, 24 de agosto de 2007

CONSUMIR PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL CONTRIBUI PARA O AQUECIMENTO GLOBAL

A União Vegetariana da América do Norte (VUNA), a União Vegetariana Latino-americana (UVLA) e a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) desafiam Al Gore e os ativistas contra o aquecimento global a reconhecer uma verdade bem inconveniente.


As organizações vegetarianas, rede de grupos vegetarianos independentes, desafiam os ambientalistas e ativistas contra o aquecimento global a admitir que comer carne é uma das principais causas do aquecimento global. Ao se alimentar de uma categoria mais básica da cadeia alimentar a humanidade pode dar um passo enorme e essencial para reduzir o aquecimento global.


"Al Gore e os ativistas a favor do clima deixam sempre de admitir uma das verdades mais inconvenientes de nossos tempos: a pecuária e o consumo de produtos de origem animal em escala global talvez seja hoje a maior causa (antropogênica) do aquecimento global", diz Saurabh Dalal, presidente da VUNA. "Se tivessem de escolher entre salvar o planeta e consumir produtos de origem animal, muitas pessoas supostamente bem informadas continuariam a devorar as suas asas de frango e seus hambúrgueres."


"Além do impacto causado sobre a atmosfera, criar gado é uma forma muito ineficiente de utilização dos recursos, sendo uma das principais responsáveis pela derrubada das florestas, como ocorre hoje na Amazônia. Grande parte das terras do mundo é destinada a pastagens. A indústria da carne é uma das principais consumidoras e contaminadoras da água doce do Planeta, um recurso cada vez mais escasso. Os dejetos produzidos pelos animais criados em sistema de confinamento causam graves problemas ambientais. Para alimentar todos estes animais criados artificialmente são necessários – além de espaço, enorme quantidade de grãos e cereais que poderiam ser dados diretamente para os seres humanos. Num mundo onde a fome é uma realidade, o comer carne torna-se eticamente inaceitável", afirma Marly Winckler, presidente da SVB e coordenadora para a América Latina e o Caribe da União Vegetariana Internacional (IVU). O relatório de 2006 da Organização de Agricultura e Alimentação das Nações Unidas (FAO) chamado A grande sombra da pecuária (Livestock's Long Shadow, em www.fao.org/newsroom/en/news/2006/1000448) concluiu que a pecuária global contribui com mais gases que causam o efeito estufa do que todas as formas de transporte: assustadores 18% da emissão total (em equivalentes de CO2).


A produção de carne e outros produtos de origem animal para alimentação contribuem significativamente com a emissão dos principais gases que vêm causando o aquecimento global, respectivamente 9%, 37% e 65% da emissão total mundial de dióxido de carbono, metano e óxido nitroso. Além disso, o potencial de aquecimento global e os efeitos desses gases são mais marcantes, dado que o metano e o óxido nitroso são 23 e 296 vezes mais prejudiciais que o dióxido de carbono. Um estudo da Universidade de Chicago verificou que a dieta americana média, incluindo todas as etapas do processamento dos alimentos, produz anualmente 1,5 toneladas de equivalentes de CO2 a mais do que a dieta sem carne.
Mas os meios de comunicação, as autoridades e até mesmo a maioria dos ambientalistas deixam de explicar ao público essa verdade inconveniente, de acordo com Richard Schwartz, conselheiro da VUNA e presidente da associação Judeus Vegetarianos da América do Norte. "A dieta baseada em produtos animais ameaça o nosso planeta", diz Schwartz. "Todas as refeições, assim como as viagens, são decisões que influenciam o clima. Os que têm condições de educar o público deveriam ajudá-lo a entender que, na verdade, a opção alimentar é mais importante do que a escolha do automóvel".


Por essas e outras razões (veja a seção seguinte), a VUNA, a UVLA e a SVB convocam Al Gore e a comunidade ambientalista a transferir a carne do prato para o centro do programa de luta contra a mudança do clima. "Vamos pressionar também governos, empresas, instituições religiosas e educacionais e outros grupos para que promovam ativamente a dieta baseada em fontes vegetais e seus enormes benefícios, além de apoiar a todos com informações sobre escolhas pró-ambientais", disse Dalal.


CONTEXTUALIZAÇÃO


Hoje há no mundo mais de 50 bilhões de animais de criação destinados todo ano ao abate. Além do grande impacto para o aquecimento global, isso contribui de forma significativa para a destruição das florestas tropicais e outros habitats importantes, a extinção rápida de espécies, o desgaste e a erosão do solo e outras ameaças ambientais. Devido ao seu grau elevado de ineficiência se comparada à produção de proteína vegetal, a pecuária exaure, de modo desproporcional, as reservas já pequenas de água potável, terra, combustíveis e outros recursos. Para piorar, o relatório da FAO prevê um aumento da demanda de produtos de origem animal que, até 2050, dobrará o número de animais de criação.
O mais preocupante é que a Mesa-Redonda Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), grupo composto de centenas de cientistas importantes do mundo todo, prevê efeitos catastróficos se não houver mudanças rápidas. Vários cientistas renomados do setor advertem que, caso as condições atuais continuem inalteradas, em dez anos o aquecimento global pode fugir ao controle.


Além dos benefícios ambientais, décadas de pesquisas indicam que, se a população em geral trocasse a carne e outros alimentos de origem animal por alimentos vegetais, isso reduziria drasticamente as doenças cardíacas, o câncer, a obesidade e outras doenças crônicas degenerativas que hoje em dia geram custos globais de trilhões de dólares em assistência médica. Diminuir a escala global de pecuária também permitiria que a terra arável, a água potável e outros recursos agrícolas alimentassem centenas de milhões de pessoas a mais. Como nos alertam ecólogos de renome como Eugene Odum e Garry Barrett, "quando se pensa a respeito da pressão da população sobre os recursos naturais e o meio ambiente, não se deve esquecer que não somente existem mais animais domésticos do que pessoas no mundo, mas que esses animais também consomem cerca de cinco vezes mais calorias do que as pessoas".


Alimentar-se com uma dieta vegetariana ou vegana não significa abandonar o prazer de comer. De fato, os pratos vegetarianos atuais são tão saborosos, se não mais, quanto àqueles encontrados numa dieta baseada em produtos de origem animal. Hoje, muitos chefs famosos cozinham sem utilizar ingredientes de origem animal.


Mais informações sobre a ligação da dieta com o aquecimento global e outros impactos podem ser encontradas em:


- SVB (http://www.svb.org.br//)
- UVLA (www.ivu.org/uvla)
- VUNA ( www.ivu.org/vuna/)

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Agenda do mês de Agosto

Confira nossas atividades de Agosto e acompanhe no decorrer do mês para obter maiores informações ou possíveis mudanças.

18 de Agosto - CIC Campinas -
Participação na festa comemorativa promovida pelo CIC(Centro de Integração da Cidadania), com diversos serviços à população para comemorar o aniversário de um ano do posto fixo de Campinas.

22 de Agosto - Ida ao Sitio Pequeno Principe - Participação do Programa de Agricultura Orgânica.

24 de Agosto as 19:30 - Exibição do filme "A Carne é Fraca" - Com bate-papo e rango vegetariano. No Espaço Cultural Nat Bhang.

25 de agosto as 17:30 - Benção da Casa - Cerimonia Tântrica com kiirtan, mantras e meditação. No Espaço Cultural Nat Bhang.

25 de agosto as 19:00 - Palestra "Células de Transformação" - Conheça o projeto de Aline Roldan, 18 anos, vencedora do premio do Milenio Mundial na categoria DESENVOLVIMENTO SUSTENTANVEL. Aline será uma das palestrantes da 60º Conferência da DPI/NGO, uma rede de ONGs do Departamento de Informações Pública da Organização das Nações Unidas. Esse ano a Conferencia tera como tema "Superando as mudanças climaticas: ações estratégicas globais e locais" e será realizada de 5 a 7 de Setembro em Nova Iorque.

quinta-feira, 9 de agosto de 2007

Vivênciando - O diário de bordo do nosso caminhar para uma nova era

Um bom dia a todos irmão que aqui chegam. Estamos procurando melhorar nossa comunicação para melhor apresentarmos o trabalho que temos desenvolvido assim como compartilhar o aprendizado que temos tido. E nessa perspectiva surgiu a idéia de publicarmos no blog o nosso 'Diário de bordo'.

Pra quem ainda não entendeu, estaremos tornando público nossas anotações e estudos referente às experiências que temos tido em nosso caminhar juntamente a diversos parceiros, no intuito de vascularizar e construir conhecimento. Esse espaço recebeu o nome de Vivênciando e esperamos a participação de vocês nessa caminhada rumo a evolução, portanto façam uso desta ferramenta que possuimos, comentem, se expressem e se possível compartilhem conosco também suas vivências. Nosso e-mail é faiah.comunicacao@gmail.com

Portanto damos início voltando um pouco no tempo em nossos primeiros registros como marinheiros de novas viagens.
______________________________________________

VIVÊNCIANDO
por Hiitshvara Deva
em 19 de julho


Salve Salve irmãos

Estive em contato com algumas pessoas e movimentos esses dias , firmando laços ,aquirindo experiências, abrindo caminhos..... para acompanharem os processos vou explanar um pouco das experências .......

Feira de trocas na CASA DA FLORESTA

Casa da floresta é uma morada lá na zona oeste , onde alguns caboclos e caboclas etruturam ações voltadas a Auto-sustentabilidade , estando ai ligada atividades de Permacultura ,Econômia Solidaria etc ... No domingo dia 15 foi apresentado os Cristais ( Moeda social) , já sendo utilizado na 1ºFeira da REDE ECOS DA FLORESTA .

Obs : A visão de Rede está em Interligar o consumo dos produtos e serviços oferecidos , dando enfâse a Troca dos produtos ,e também se utilizando da moeda alternativa . Nesse dia preenchemos algumas questões citando quais Produtos e Serviços podemos oferecer e o que nos interessa adquirir na Rede . Realizamos algumas trocas e também veiculamos os Cristais .

*os irmãos lá da casa já vem de varias experiências , nessas questões alternativas .... o ano passado compraram um onibus e viajaram pelo pais realizando trabalhos e espalhando essas sementes .....

Eles chegaram a alguns conceitos do que é essa Construção e citaram algo como ALTERMUNDISTAS (alternativa p/o mundo) , Sendo esse conceito acrescentado para ESPIRITUALTERMUNDISTAS ,levando em conta a questão espiritual que já é bem trabalhada de uma maneira eclética , Consagrando DAIME , cultuando a SHIVA , Meditando e descubrindo o Yoga .... essas idéias que cito são ainda bem basicas , pois só fiquei por algumas horas com essa galera , e só conversei o essencial , até pelo fato de nesse dia estar rolando a feira e apresentação de conceitos .... eles mesmos me disseram pra voltar outra hora pra se conhecer melhor .... Mas já está ai um tanto do que minha percepção captou .... Sabendo que temos todos juntos muito a fazer por está terra ....

http://www.casadafloresta.org/

Experiência AGRICULTURA ORGÂNICA

Ontem estive no Sitio Pequeno principe la em Parelheiros participando do Programa de Agricultura Organica , voltado ao crescimento Auto-sustentável . Chegando lá depois de 5 horas de busão , rolê e trêm ,senti um lugar muito Harmônico tipico da floresta ... cheguei em meio a uma apresentação chamada ASBC , que nada mais é que a confecção de Captadores Solares , irmãos vocês não imaginam como é pratica e simples a construção dessas placas ..... o pessoal que apresentou é la da USP , e já vem adaptando essa técnica em varios lugares .... iremos aprender e futuramente experienciar em nossas casas ...
Na parte da tarde fizemos varias vivências voltadas ao auto-conhecimento e conhecimento das habilidades do grupo , esse grupo tem cerca de 60 pessoas , e está sendo cordenado pelo pessoal da Incubadora la da Usp (Ana terra e cia..) e dirigido por um homem que vem de uma experiência com Agricultura Organica e Cooperativas la de Fortaleza ( eu tenho um conhecido lá de Fortaleza que participa desse programa ,e me citou a eficiência dessas praticas, no consumo do Alimento organico(sem veneno),e a distribuição que é feita p/ cerca de 75 familias) , creio que o objetivo do Moura esse homem que agora me lembrei o nome seja o mesmo .... Ontem nas apresentações das Habilidades de cada um , dava pra ver uma cooperativa intercultural se formando ... bom isso foi o que eu senti , sabemos que o Supremo é quem tudo Guia e nós somos as ferramentas , o mês que vem tem mais .... Permacultura interliga todas essas atividades , e é muito importante entendermos um tanto mais

http://www.agrorede.org.br/

Experiência MOVIMENTO HUMANISTA

Saindo de Parelheiros ontem com a galera do FACA e a Ana Terra , essa pessoinha especial me convidou para ir em uma reunião , citando um pessoal Revolucionario , ativos e tal ... ai questionei e ela citou do Movimento Humanista que ela tá fazendo parte , por sinal a galera la da oeste do 136, onde uns tempos antes eu tinha ido apresentar o Movimento e conhecer o trabalho deles ....

Eles estão no empenho de realizar um festival chamado "REVOLUSOM" ,e fomos nós, lembrando que o anderson tb chegou por lá ... Entender o que seria esse festival , e a idéia é que seja uma parada voltada a "CONSCIÊNCIA" , para varias questões as quais a juventude é levada hj ,no sentido da alienação,as varias formas de violência e tudo mais .... Apresentamos a FAIAH , e colocamos nossa estrutura para ser integrada a esse Festival .... (GRAFITTE=oficina de stencil e intervenções em painéis , BANDAS = Familia Bhanganjah e Os Radiophonicos , Yoga , Orientação Ambiental e Animal e Artesanatos ) .

Ainda serão feitas reuniões para organizar todo evento ,mas já está ai uma prévia do que ta rolando

http://www.movimento-humanista.org/

segunda-feira, 23 de julho de 2007

CINEMA Tema vegetarianismo

É neste sabádo!!

CINEMA Tema vegetarianismo com as bandas Família Bhanganjah e Radiophonicos, intervenção de graffiti com a Universo Paralelo crew e muita informação Animal e Ambiental. Exibição do filme 'Baraka', pista de skate e distribuição de alimentos vegan no fim do evento.

Essa é uma atividade do Calendário Cultural Alternativo realizado pelo Espaço Cultural FACA, localizado na Rua TAPIRAIPE, 231 Jd das IMBUIAS

PEGAR ONIBUS -UNISA CAMPUS I NO TERM. STO AMARO E DESCER NO 3º PONTO DEPOIS DA FACULDADE UNISA CAMAPUS I.(OSEC)

TEL DO FACA 5925-8865 TEL 7374/1840 -KLEBER


quarta-feira, 18 de julho de 2007

Convivência com o BioChip

As sementes, frutas, hortaliças, geradas pela vida na Terra,recuperam no nosso corpo informações, que podem ser decodificadas a partir do contato direto, não verbal presentes nos Alimentos Vivos.

Pesquisa desenvolvida no Depto de Artes e Design Puc Rio, coordenada pela prof. Ana Branco com demonstração de germinação de sementes comestíveis e extração da clorofila com energia vital para a produção do Suco da Luz do Sol a ser distribuído entre os participantes

DIA: 20 DE JULHO ÀS 20H

Local: UMAPAZ
Av. IV Centenário,1268, Parque Ibirapuera, portão 7 São Paulo - SP

Inscrições: grupo-oca@svb.org.br e na NAT BHANG - Rua do Oratório, 3085 Mooca

segunda-feira, 2 de julho de 2007

O 13º Campeonato de Street Skate de Mauá é neste fim de semana

13º campeonato de street skate de Mauá.
Categorias: Iniciante, Mirim, Feminio e Amador.(Inscrições limitadas no local à partir das 8h)

Premiação: mp3, microsysten e uma Moto para o 1º lugar na categoria amador.

Workshop e intervenção de Graffiti, Pista de BMX, consciêntização ambiental e vegana mais Show das bandas:

  • Família Bhanganjah
  • Radiophonicos
  • Ponto de Equilíbrio
  • Leões de Israel
  • Sensimilla Dub
  • HOlocausto
  • Banda Marias
    e mais...

Dias 7 e 8 de julho das 8h às 21h
Local: Paço Municipal de Mauá
Entrada Franca, mas trazendo 1kg de alimento não perecível (exceto sal e açúcar) você concorre a brindes.

realização: AMASK - Associação Mauaense de Skate
informações: 45461349 ou 81412276(heitor)

quinta-feira, 28 de junho de 2007

Agenda do Mês de Julho

Confira nossas atividades de Julho e acompanhe no decorrer do mês para obter maiores informações ou possíveis mudanças.

29 de junho e 1 de julho/Das 10h às 17h.- 5 zonas no centro de São Paulo. Praça Paulo Duarte esquina com a rua José Bonifácio nº 237 - Largo São Francisco, próximo ao metrô Sé.

Todo domingo/ Das 9h às 11:30h- Curso Despertar do Ser no espaço cultural NatBhang. (levar caderno para anotações) Gratuito.

7 e 8 de julho/Das 8h às 21h- 13º campeonato de street skate em Mauá, com show das bandas Família Bhanganjah e os Radiophonicos, mais intervenções de graffiti e ativismo (consciêntização ambiental e vegetarianismo) Entrada Franca.

14 de julho/19h- Wilson Grassi entrevista ao vivo Heitor Hermann que explanará sobre as ações da FAIAH, mais apresentação acústica da Família Bhanganjah, em seu programa na TV orkut.com

14 e 15 de julho - evento de Finalização do 5 zonas com pintura de mais um grande painél no Centro cultural Arte em Construção, expo de fotos do makking off dos 5 trabalhos realizados por toda a cidade, mais show da Família Bhanganjah. Entrada Franca

18 de julho - Ida ao Sitio Pequeno Principe - Participação do Programa de Agricultura Orgânica .

20 de julho - Participação na Oficina de Desenho Vivo na UMAPAZ (à confirmar)

28 de julho/18h- Cinedebate no espaço cultural FACA, com show das bandas Família Bhanganjah e os Radiophonicos, mostra de Vídeo com o filme Baraka, mais intervenções de graffiti, Skate e ativismo. A entrada é 2 reais mas com direito à rangoVegan no final.

segunda-feira, 25 de junho de 2007

5 Zonas de Graffiti chega em sua reta final

O Instituto Pombas Urbanas, junto à Universo Paralelo e Tota promovem o projeto 5 Zonas de Graffiti.

Nos dias 24, 26, 29 de junho e 01 de julho, será realizado um mural de Graffiti no centro de São Paulo, situado na Praça Paulo Duarte esquina com a rua José Bonifácio nº 237 - Largo São Francisco, próximo ao metrô Sé. A pintura deste mural é uma ação do projeto 5 Zonas de Graffiti, realizado pela Universo Paralelo (frente de labor da Faiah) com os artistas Credo, Eve14, Hope e Sow, em parceria com o Tota e o Instituto Pombas Urbanas.



Premiado pelo PAC – Programa de Ação Cultural, da Secretaria de Estado da Cultura, o projeto tem o objetivo de contar a história de cinco bairros da cidade de São Paulo, através da técnica do Graffiti, uma intervenção urbana que possui forte impacto visual. Além da pintura de cinco murais (zona leste, zona sul, zona norte, zona oeste e centro), esta sendo realizada a criação do site http://www.neograffiti.org.br/ (que está em construção, e tem previsão de conclusão para o início de julho), e para a conclusão, uma exposição de fotografias que mostrará todo o processo criativo, junto a shows incluindo a banda Família Bhanganjah. A exposição será na Cidade Tiradentes no Centro Cultural Arte Em Construção.

O projeto está na sua quinta fase. Cada fase ocupa um mês e consiste em pesquisar a história do bairro com os próprios moradores, criar esboços das imagens através desses depoimentos, e concluindo a execução do mural durante quatro dias. Em fevereiro foi realizado o primeiro mural, na zona leste em Cidade Tiradentes e em março, o segundo na zona sul em Santo Amaro, o terceiro na zona norte na Parada Inglesa e o quarto na zona oeste em Pirituba.



O que: Pintura do mural - 5 Zonas de Graffiti Data: 24, 26, 29 de junho e 01 de julho

Quando: a partir das 10:00hs até 17:00hs.

Onde: Praça Paulo Duarte esquina com a rua José Bonifácio nº237

Mais informações: Instituto Pombas Urbanas – 6282 3801 / 6285 5699 contato@neograffiti.org.br

terça-feira, 29 de maio de 2007

O espaço cultural NatBhang está de portas abertas e com algumas novidades

Em funcionamento há 3 meses, o Espaço Cultural NatBhang tem desenvolvido várias atividades, dispondo alguns serviços, assim como produtos nossos e de parceiros, visando a circulação e consumo dos mesmos, fomentanto a auto-sustentabilidade e o mercado consciente (vendendo na real, conceitos e ações).
Confira abaixo a relação de atividades, produtos e como chegar até o local.


Outras informações:

O curso 'Despertar do Ser' ministrado por Márcia Luz, terá início neste domingo (24/06), das 9h às 11:30h com duração de 4 meses. A metodologia está baseada na antroposofia e na teologia, fornecendo ferramentas para o seu despertar. Se auto-conhecer e auto-desenvolver é a proposta.
O Curso é gratuito, sendo necessário apenas um caderno e caneta para anotações.

Outra novidade no Espaço é a Parceria com a Ecosoap, fabricante de sabão biodegradável feito com óleo usado. Além de termos o produto para compra, também estamos coletando óleo (sabia que 1 litro de óleo sujo mal encaminhado polui 1 milhão de litros d'água??). Portanto separe seu óleo e traga pra gente numa garrafa de plástico ou vidro, ajudando assim a preservar o nosso planeta.

O Espaço está localizado na Rua do Oratório, 3085, Mooca, SP.
Para chegar de ônibus: Colorado / Pq. Dom Pedro ou V. Califónia / Metrô Tatuapé
(ambos passam em frente ao local. Pedir pra descer no ponto da antiga Telesp)

Sua presença é fundamental para que possamos bem estruturar o Espaço e desenvolver as atividades da melhor forma possível. Visite-nos e deixe suas criticas e sugestões.

Contate-nos pelo natbhang@yahoo.com.br
ou pelo telefone 81412276 - Heitor

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Semana da Mata Atlântica discutirá nova lei e aquecimento global

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) promove em Porto Alegre (RS), de quarta-feira a sábado, dias 23 a 26, a Semana Nacional da Mata Atlântica, para debater políticas de proteção e recuperação do bioma. A sessão de abertura está programada para as 9 horas de quarta-feira, dia 23. Estão convidados/as para a solenidade de abertura a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, o secretário-executivo do MMA, João Paulo Capobianco, a secretária de Biodiversidade e Florestas do MMA, Maria Cecília Wey de Brito, a governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius e a coordenadora-geral da Rede de ONGs da Mata Atlântica, Kátia Vasconcellos Monteiro. O encontro acontece no Centro Cultural 25 de Julho e terá em paralelo, na sexta-feira e no sábado, dias 25 e 26, o Encontro Nacional e Assembléia Geral da Rede de ONGs da Mata Atlântica, no hotel Swan Tower.
A nota do MMA sobre o evento está no endereço http://www.mma.gov.br/ascom/ultimas/index.cfm?id=3379.

segunda-feira, 14 de maio de 2007

A UMAPAZ - Universidade Livre do Meio Ambiente e Cultura de Paz, promove palestra com David Holmgren, Co-criador do conceito de Permacultura, enquanto O British Council, em parceria com a revista Época, está realizando um concurso de redação e foto, tendo como premiação uma viagem à Londres com tudo pago, para participar do Fórum Internacional Estudantil Greening Cities.

Co-criador do conceito de Permacultura, o pesquisador australiano vem pelaprimeira vez ao Brasil para falar sobre o aquecimento global e as ameaças e oportunidades em um futuro de declínio da energia.


DAVID HOLMGREN, um dos mais importantes pensadores ambientais da atualidade,realiza no dia 15 de maio, das 19h30 às 21h30, na sede da UMAPAZ -Universidade Livre do Meio Ambiente e da Cultura de Paz, a palestra "O pico do petróleo e os cenários para o aquecimento global: ameaças e oportunidadesem um futuro de declínio da energia".O evento, que é gratuito e aberto ao público, apresenta respostas inovadoraspara um mundo com menos energia disponível, vislumbrando oportunidades para que a sociedade, organizações e projetos sobrevivam e até prosperem usando os princípios de planejamento (design) da Permacultura para modelar novas estratégias para os próximos anos e décadas.
Ao lado de Bill Mollison, David Holmgren criou o conceito de Permacultura, e nos últimos 20 anos tem se dedicado à pesquisa de soluções ambientais emtodos os campos da atividade humana, com ênfase especial na questão daenergia nos sistemas naturais. A Permacultura é um sistema integrado e transdisciplinar de planejamento de assentamentos humanos sustentáveisaltamente produtivos e com impacto ambiental positivo.
Caixa de texto: David Holmgren é autor do livro "Permaculture One" (1978) e desenvolveu três propriedades que usam os princípios da Permaculturaensinando, pelo exemplo pessoal, que um estilo de vida sustentável é umaalternativa realista, atraente e poderosa ao consumismo dependente. David vive em "Melliodora", um dos mais relevantes sítios demonstrativos daPermacultura em Hepburn Springs, Central Victoria, Austrália. Além dapermanente prática da Permacultura, é reconhecido por seu trabalho desenvolvido sobre bases conceituais e filosóficas para a sustentabilidade,as quais são destacadas em seu último livro "Permaculture: Principles andPathways Beyond Sustainability" ("Permacultura: Princípios e Caminhos além da Sustentabilidade", edição brasileira em andamento).

Palestra com David Holmgren

TEMA: "O pico do petróleo e os cenários para o aquecimento global: ameaças eoportunidades em um futuro de declínio da energia".
DATA: 15 de maio de 2007
HORÁRIO: das 19h30 às 21h30
LOCAL: UMAPAZ - Universidade Livre do Meio Ambiente e Cultura de PazEND.: Av. IV Centenário, 1268 - Portão 7 A - Parque Ibirapuera - S.Paulo/SPTEL: (11) 5572.1004 / 5572.8037

ENTRADA GRATUITA - NÃO É NECESSÁRIO INSCRIÇÃO PRÉVIA
APOIO: Rede Permear de Permacultores - www.permear.org.br



Concurso Minha cidade é meu Planeta

O British Council, em parceria com a revista Época, está realizando um concurso de redação e foto que mostrem possíveis soluções para o aquecimento global. A idéia deve partir de casos reais tirados da vida diária de cada pessoa ou da cidade onde ela vive. O texto deve ter até 300 palavras, ser redigido em português e ser acompanhado de uma foto de 300dpi que ilustre a redação. O concurso é direcionado a jovens de 16 a 18 anos. O prêmio é uma viagem - incluindo passagem, hospedagem, alimentação e transporte - para Londres, para participar do Fórum Internacional Estudantil Greening Cities, de 10 a 12 de julho. A ficha de inscrição - que pode ser feita até 25 de maio -, os detalhes sobre o concurso e o regulamento podem ser encontrados no site da Época

Para saber mais sobre o aquecimento global:

sexta-feira, 11 de maio de 2007

Faca oferece Oficina de Horta Vertical

O Espaço Cultural “FACA”- foco de atividades de cultura alternativa tem como objetivo garantir um espaço onde as diferentes formas de expressões Culturais e Artísticas se encontrem, criando um ambiente de convivência agradável que propicie a troca o acesso e a busca de novos saberes.

Neste intuito vem oferecer a Oficina de Horta Vertical, aos interessados segue abaixo a programação:

"Oficina de Horta Vertical"
inicio 26/05/2007 termino 16/06/2007 hr- 14:00 as 17:00 hs

1ºenconto
por que horta vertical ?
beneficios da horta vertical -saúde, economia e bem estar.

2ºencontro
Reutilização de materiais para plantio
horta vertical,uma alternativa a estrutura urbana.

3ºencontro
sementes trangenicas sementes germinadas

4ºencontro
exibição do filme ilha das flores


fechamento das oficinas termino do produto final (horta vertical).
a oficina é gratuita, porem as vagas são limitadas (20 vagas).

GARANTA JA SUA VAGA !!!

Inscrições pelo fone 5971-3200 falar com Karina
ou mande um email para - faca3x5@gmail.com ou faca3x5@hotmail.com com os seus dados.

O Espaço FACA fica na RUA TAPIRAIPE, 231, Jd. DAS IMBUIAS.

Para chegar: PEGAR ONIBUS -UNISA CAMPUS I NO TERM STO AMARO E DESCER NO 3º PONTO DEPOIS DA FACULDADE UNISA CAMAPUS I. TEL 7374/1840 -KLEBER

MAIORES INFORMAÇÕES - http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=28113630

sexta-feira, 13 de abril de 2007

Pacto Ambiental, neste domingo, com Família Bhanganjah

Devido a fortes chuvas no dia 18 de março, o evento em meio a natureza foi adiado e será realizado neste domingo agora, dia 15 de abril.
O Pacto Ambiental, mantém o mesmo local e a mesma programação, sendo realizado no Parque do Piqueri a partir das 10:00 da manhã, realizado pela OCA - Orientação para a Conscientização Ambiental.
O evento terá a Entrada Franca e contará com as seguintes atividades:
  • Show da Familia Bhanganjah;
  • Exposição de fotografias;
  • Capoeira com o grupo Arte Brasil;
  • Esclarecimento de dúvidas sobre o que esta acontecendo com o nosso meio ambiente;
  • Vivênciais e muito mais.

Em meio ao caos da babilônia, um momento de lazer e reflexão junto a natureza.

Maiores informações no site do evento .

Contamos com a sua presença.

quarta-feira, 28 de março de 2007

Definida a logo do Espaço Cultural NatBhang

Em breve a Faiah irá inaugurar o Espaço Cultural NatBhang, situado na Rua do Oratório, Móoca, Zona Leste de São Paulo, onde será comercializado produtos desenvolvidos pelos membros da Família Bhanganjah e parceiros, como por exemplo: Pinturas em telas, CDs de Reggae, artesanatos variados e camisetas pintadas a mão ou silkadas. Também estará à venda artigos como vestimentas e acessórios em geral (reggae, skate e graffiti), incensos, sedas, CDs e DVDs variados. No mesmo espaço físico será feito Dread Looks e manutenção, será ministrado aulas de yoga, e outras oficinas a serem definidas (música, dança, artes plásticas, artesanato). Também será, momentaneamente, a sede da organização, com seu respectivo escritório, e núcleos de planejamento, produção, comunicação e administração em geral. É de grande importância esclarecer que esse mercado tem como objetivo vascularizar a produção autoral, indepente e a captação de recursos para sustentabilidade do próprio espaço cultural, assim como, de outros projetos sociais, fomentanto o carater auto-sustentável da organização.

Diante a necessecidade de definirmos a nossa identidade visual, fizemos uma parceria com a Soton Design de Felipe Innocente, que em apenas 3 anos de atividade já carrega uma carteira de clientes de peso. E assim ficou definida a logo da Natbhang. Dêem sua opnião, e não deixem de acompanhar as notícias, pra não perderem a festa de inauguração deste espaço que trará luz para muitas vidas.
Jah Bless

segunda-feira, 26 de março de 2007

Lançamento do clipe "Quase Principal" com participação do graffiteiro Pack

O graffiteiro Pack participou na produção do vídeo-clipe da banda Claudia’s Parachute, que foi lançado nesse último sábado em cuiabá, Mato Grosso.


O clipe da banda Claudia’s Parachute, contou com uma intervenção em tela realizada pelo graffiteiro Pack, integrante da Faiah e atualmente trabalhando na Cufa, registrada passo a passo e sem o sujeito da ação, assim como todo o clipe. A música chama-se Quase Principal, e tem como tema o egoísmo. A produção ficou por conta da Próxima Cena, frente independente do audiovisual do Espaço Cubo, que o lançou o clipe juntamente ao EP neste último sábado no Circuito Volume.


quarta-feira, 21 de março de 2007

Faiah participa no curso de extensão sobre história da África na UFMT

Ontem dia 21 de março de 2007, o Pack, integrante da Faiah, atualmente morando em Cuiabá e desenvolvendo trabalhos junto à Cufa-Central Ùnica das Favelas, explanou sobre a cultura Rastafari no curso de extensão sobre a história e a historiografia da África, destinado à professores da rede pública de ensino, devido a aprovação da lei 10639 MEC, que inclui na grade curricular o ensino sobre história da Àfrica. Realizado na Universidade Federal de Mato Grosso, com iniciativa do Departamento de História em conjunto com o Grupo de Pesquisa das Populações Afro-descendentes da América Latina, com o Grupo União e Consciência Negra de Mato Grosso, com o Instituto Mulheres Negras de Mato Grosso e com a Central Única das Favelas de Mato Grosso.

terça-feira, 13 de março de 2007

Evento em meio à natureza.

Acontecerá nesse domingo, dia 18/03/2007, no Parque do Piqueri a partir das 10:00 da manhã, o Pacto Ambiental, realizado pela OCA - Orientação para a Concientização Ambiental. O evento terá a Entrada Franca e contará com as seguintes atividades:
  • Show da Familia Bhanganjah;
  • Exposição de fotografias;
  • Esclarecimento de dúvidas sobre o que esta acontecendo com o nosso meio ambiente;
  • Vivênciais e muito mais.
Em meio ao caos da babilônia, um momento de lazer e reflexão junto a natureza.
Contamos com a sua presença.

Forças Pra Lutar.

sábado, 10 de março de 2007

Entrevista da UNIVERSO PARALELO para a CUFA-CUIABÁ

CUFA CUIABÁ - Como se iniciou a crew?
UNIVERSO PARALELO -
Em 2003, com o Smit e o Credo. Hoje temos outros integrantes, o Eve14, o Pack, o Shark, a Tati, o Caps, o Sow, o Endi e o Hope, sendo que todos temos, o compromisso de estudar Estética e História da Arte, Filosofia da Arte e Arte-Educação.
C.C – Por que o nome Universo Paralelo?
UP –
Numa visão de micro-cosmo, representa a busca por um modo de vida alternativo, comparado à vivência caótica do mundo de hoje, e sendo também pelo modo como somos vistos e classificados por esta mesma sociedade: pixadores, maloqueiros, loucos, seja qual for o título ou o rótulo, mas diferentes dos padrões deles. Uma outra realidade, uma outra vivência, uma outra cultura, paralela a essa que seria a normal. Mas sobre tudo, numa visão macro, fazemos referência a esse mesmo mundo que vivemos hoje, com a consciência de que estamos temporariamente num mundo materialmente denso e que somos espíritos em contínua caminhada à evolução. Sendo nosso verdadeiro lar outro plano físico.
C.C - O trabalho de vocês é linkado à alguma religião?
UP - Não. Na realidade temos um grupo de estudo sobre a espiritualidade, mas é bem eclético quanto à religião.
C.C - Como se dá essa relação entre arte e religião?
UP –
Como foi dito não é religioso é espiritual, e Deus é universal, está além de qualquer instituição. O nosso grupo de estudo provém do coletivo “Família Bhanganjah”, que desenvolve atividades na área social através da produção cultural. Hoje voltada principalmente à música reggae e ao graffiti, porém com atuação em outras áreas como a causa animal (vegetarianismo), ambiental, auto-sustentabilidade e formação de eco-vilas, mas tudo alicerçado nos ensinos do mestre Jesus.
C.C – Qual a relação entre a Família Bhanganjah e o Universo Paralelo?
UP – Hoje a crew é uma das frentes da Bhanganjah, somos o núcleo de artes visuais. Chegamos a esse consenso devido à sintonia de pensamentos e interesses, casando assim nossos anseios. Bhanganjah está além do fazer artístico e fortalecemos esse movimento com o nosso trabalho, que não se restringe somente à pintura.
C.C - Por que vocês pintam? Qual é o motivo que faz com que vocês saiam de suas casas para pintar em um muro qualquer, seja onde for?
UP - Temos cada um, um ponto específico, mas no geral é pela alegria e satisfação do fazer criativo, interagindo em espaços públicos num caráter de democratizar e espalhar arte, interferir de forma positiva no cotidiano e no ser das pessoas, trazendo reflexões e impressões, a experiência estética que só a arte pode trazer. Tudo isso inspirado no mundo que vemos e vivemos, retratado sob a nossa ótica.
C.C – Pode-se dizer então que o objetivo seja levar arte, cultura e informação à população?
UP - Sendo hoje a crew, uma das frentes da Família Bhanganjah, temos como objetivo não só o fazer artístico, que seria essa sua colocação, mas Buscamos ter o graffiti como real movimento artístico, inserido num contexto cultural de uma nova época, que traz em si, uma linha de pensamento, uma identidade e uma nova ótica de se ver o mundo. Inserir o graffiti nas artes plásticas e na história da arte de forma legítima, como movimento histórico, artístico e cultural, fazendo um marco temporal, através de nossas ações como sujeitos organizados, trazendo ao mundo o nosso modo de ver o mundo, e a vida espiritual.
C.C – E quanto à cena atual do graffiti, como vocês a vêem?
UP – Temos hoje vários artistas que trabalham nesse mesmo objetivo que acabamos de citar, mas no geral o grafiteiro está muito mais ligado á sentimentos como o orgulho e o ego, buscando fama, ou como chamamos, ibope. Muitos estão focados apenas na sua auto-promoção e esquecem, ou não sabem que há muito mais por trás do reconhecimento e da pintura em si. Vemos que a maioria não estuda, e não está preocupada em estudar arte. Coisas básicas como fundamentos da linguagem visual ou teoria das cores são conceitos abstratos pra maioria. A falta da metafísica, e do embasamento teórico, retardam esse processo de legitimidade de um movimento unificado. Isso não quer dizer que não valorizamos artistas auto-didatas. Até porque, a maioria dos grafiteiros vieram da periferia, não tiveram uma boa educação e nem uma boa qualidade de vida então o que vemos na cena atual acaba sendo o reflexo disso.
C.C - Alguns de vocês estiveram no festival consciência hiphop-2006 realizado pela Cufa. Como foi a experiência em Cuiabá? E quais as diferenças comparado a São Paulo?
CAPS: O ambiente mais receptivo tanto por pessoas do hip hop ou não, acho que foi a característica mais marcante, e o reconhecimento como artista também. Em São Paulo, mesmo os grandes eventos, não tem a mesma recepção e qualidade. Em Cuiabá o graffiteiro é valorizado como artista, aqui em São Paulo é como se prestasse um favor.
CRÉDO: A receptividade. Fomos bem tratados. Levamos mais informação a algo recente na cidade, colaboramos com o desenvolvimento do graffiti lá. Uma experiência totalmente diferente pra mim. Aqui em sampa os caras da antiga estão sempre à frente das parada, e lá em Cuiabá foi assim com a gente.
EVE14: Os caras da “old school” tem uma maior visibilidade e mais contatos do que os da “new school” por eles terem iniciado o movimento aqui. Mas estamos buscando e alcançando, prova disso foi a ida pra Cuiabá a convite da Cufa, que nos recebeu muito bem. Identifiquei-me com o ambiente calmo da cidade, diferente de São Paulo sempre corrida e tumultuada, vou tentar agregar isso nos meus trabalhos aqui, e manter o mesmo ritmo de lá.
C.CVocês falaram do graffiti, reggae e espiritualidade.Falem um pouco como vocês vêem a relação graffiti e hip hop, e como começaram a pintar.
CRÉDO:
O graffiti surgiu junto aos outros elementos do hip hop, e hoje em dia ele toma um outro rumo, mas sempre será dessa cultura. Muitos grafiteiros, principalmente da “old school”, passaram pelos outros elementos antes de começarem a pintar. Meu contato com o graffiti se deu enquanto militava no movimento punk, fui conhecer o hip hop só depois. Vejo que os 4 elementos estão ligados entre si, mas também são independentes.
CAPS: Concordo com o Cadu (Credo). Desde moleque escutava rap, comprava camiseta com desenho dos 4 elementos. E começou por ai o conhecimento sobre graffiti, cheguei até fazer oficina de DJ antes de pintar.
EVE14: Eu iniciei no graffiti sem saber o que era hip hop. Passei a curtir rap e descobri que eram uma coisa só, um movimento.
C.C – Uma conclusão e/ou um salve pra alguém?
U.P – Primeiramente o agradecimento a Deus, por nos permitir essa experiência. Um salve a todos os irmãos da Cufa Cuiabá: Linha, Karina, Fininho, Taba, P.Brother, Snarf, e todos outros também, aos irmãos da Família Bhanganjah e à toda rapa do graffiti que cola com a gente e soma na corrida.