domingo, 25 de novembro de 2007

Faiah participará do 24h de Cultura na Universidade Federal de Mato Grosso

Convidado pelo Movimento Panamby, o grafiteiro e produtor cultural Pack Nolé, embarca esta noite, dia 25 de novembro, rumo à Cuiabá para trabalhar no evento "24h de cultura na UFMT".
Após ter permanecido por um ano e meio em Cuiabá, em parceria com a Cufa, e há um mês apenas em São Paulo, ele volta pra lá com muita alegria: “Será sempre bom visitar Cuiabá. Criei muitos laços lá. Muitos amigos e muito aprendizado também”. Pack irá ministrar a oficina de capacitação “Percepção do Ambiente Urbano pelo Grafitte” e outra oficina com noções básicas de Graffiti para crianças, além de trabalhar na produção do evento. Ele ressalta: “Artista igual pedreiro, esse é o lema. Trabalhar pra progredir. Mas o diferencial é que nós laboramos, a diversão faz parte”.


24 horas de Cultura na UFMT

Evento de congregação, integração e produção cultural durante 24 horas do dia, onde a comunidade universitária e comunidade externa participam de oficinas de produção cultural, produzem e mostram expressões artísticas de todos os gêneros e ainda podem, numa ciranda falada e cantada, contar suas histórias e tecer possibilidades e formas novas e alternativas de ação e produção de sua cultura.
Este ano, será realizada a segunda edição do evento, em 30 de novembro de 2007, no Centro Cultural da UFMT, organizado pelo Movimento Panamby, junto de seus parceiros e apoiadores.

Para saber mais sobre este evento, a programação completa e seus idealizadores acesse o blog http://24hdeculturaufmt.blogspot.com/

sábado, 24 de novembro de 2007

Modelo de aniversário sustentável agrada convidados

Aproveitando o aniversário do Heitor, membro-fundador da Faiah, Márcia Luz apresentou sua proposta-modelo de aniversário sustentável.

Aconteceu nessa última quinta-feira, dia 22 de novembro o aniversário de nosso querido Heitor, que completou 23 anos de caminhada terrestre. Aproveitando a ocasião, Márcia Luz integrante da SVB - Sociedade Vegetariana Brasileira, apresentou uma proposta-modelo de festa de aniversário sustentável. No cardápio, que tinha desde lanche a bolo e docinhos, tudo vegan, nada animal. Destaque especial para a flor moldada no bolo, que lembrou muito uma folha de ‘ganjah’ pra felicidade da “Família Bhanganjah”. Estiveram presentes não só os membros da banda recém citada, mas também outros revolucionários, se assim podemos dizer, membros do FACA – Foco de Atividades de Cultura Alternativa, Fernanda, Kora, Cris, familiares e mais amigos. Sem falar na menina Faiah (hehe) Ana Terra, que antes de chegar na festa já havia tido várias reuniões e ainda foi embora sem comer o bolo, pois tinha mais outra reunião (é fogo ou não é? Fogo Azul). Essa vida de revolucionário não é fácil. Mas nada como uma festinha de vez em quando pra descontrair, e lembrar de ser criança. Papel bem representado pelo pequeno Otto, Caetano e Yuri que demonstrou suas habilidades em artes marciais e até lutou com o aniversariante.

Mas falando sério agora, o encontro foi muito importante para a formação de novos elos, para novas propostas de ações, e é claro, o objetivo principal: provar que é possível fazer uma festa sem derivados de animais, sem refrigerantes, cigarro ou álcool, com pouco investimento e o mínimo de resíduos.

Em dias atuais, que tanto se fala de preservação ambiental e sustentabilidade, nada melhor do que começar as mudanças em nossos próprios hábitos. Se você tiver interesse em fazer algo semelhante em seu aniversário, casamento ou qualquer evento, entre em contato com a Márcia através do e-mail ocasvb@gmail.com ou então pelo faiah.comunicacao@gmail.com


Confira a seguir slide das fotos:

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

5 Zonas presenteia a Cidade de São Paulo

Nos dias 27, 29 de Novembro e 04 de Dezembro, será realizado um mural de Graffiti no bairro de Itaquera, zona leste de São Paulo, situado na Rua Damásio Pinto, nº1809. Essa pintura é uma continuação do método de trabalho desenvolvido no projeto 5 zonas de Graffiti, que foi executado de Fevereiro à Julho deste ano, realizado por quatro jovens grafiteiros (Credo, Eve14, Hope e Sow) do bairro de Cidade Tiradentes, em parceria com o grafiteiro Tota e o Instituto Pombas Urbanas.


Nesses 6 meses, o projeto contou a história de cinco bairros da cidade de São Paulo, através da técnica do Graffiti, uma intervenção urbana que possui forte impacto visual. Além das pinturas dos cinco murais (zona leste, sul, norte, oeste e centro), foi realizado um curso de Graffiti para iniciantes, a criação do site www.neograffiti.org.br e uma exposição de fotografias que registraram o processo artístico desenvolvido com o projeto, essa exposição aconteceu no Centro Cultural Arte em Construção, em Cidade Tiradentes.

Para execução dos murais, segue-se a seguinte cronologia: pesquisar a história do bairro (ou do que for o tema) com os próprios moradores, criar esboços das imagens através desses depoimentos, e concluindo a execução do mural durante três dias em média. Com essa metodologia foi pintado a lateral do Centro Cultural Arte em Construção, onde se pode ver os personagens do grupo de teatro Pombas Urbanas, e acreditando nessa integração valorizaremos os moradores com seus depoimentos para criação dos esboços, e posteriormente a confecção de murais, Itaquera será o próximo bairro presenteado por meio de muros revitalizados com pinturas temáticas de sua própria realidade contada por pessoas comuns.

Evento: Pintura do mural – 5 Zonas
Data: 27, 29 de Novembro e 04 de Dezembro
Horário: das 10:00hs até 17:00hs.
Local: Av. Damásio Pinto, nº1809, Parada XV de Novembro - Itaquera

Mais informações:
Tota – 9544 3986

http://www.neograffiti.org.br/

contato@neograffiti.org.br

terça-feira, 20 de novembro de 2007

SVB e ECOCERT BRASIL lançam selos vegetarianos

Os consumidores brasileiros que por razões éticas, ambientais e ligadas à saúde rejeitam o consumo de produtos animais ou de origem animal, contam agora , a exemplo dos consumidores de outros países, com a garantia de dois selos: 'VEGANO" e "VEGANO ORGÂNICO", os quais serão atribuídos aos produtos e serviços que tenham sido inspecionados e obtido uma atestação de conformidade com as normas estabelecidas pelo referencial.



REFERENCIAL PARA O USO DOS SELOS "VEGANO" E VEGANO ORGÂNICO"

Esta ficha sintética permite assimilar o essencial do referencial “VEGANO” e “VEGANO ORGÂNICO” e destina-se as empresas que visam uma atestação de conformidade de seus produtos ou serviços com as normas estabelecidas pelo referido caderno de encargos. A garantia oferecida aos consumidores implica no comprometimento dos operadores em respeitar os critérios do referencial. O referencial, privado, foi constituído em parceria da SVB-SOCIEDADE VEGETARIANA BRASILEIRA com a ECOCERT BRASIL e profissionais vegetarianos, interessados na valorização das substâncias vegetais naturais, no respeito ao meio ambiente, aos animais e ao consumidor; em colaboração com especialistas independentes; em relação com organismos europeus, especialmente a IVU – International Vegetarian Union, com o objetivo de harmonizar conceitos.

DEFINIÇÃO DE PRODUTO VEGANO (SVB)

São todas as substâncias ou preparados, que excluem de sua formulação qualquer tipo de carne e seus derivados (bovinos, aves, suínos, peixes, frutos do mar, insetos...); leite ou derivados do leite (originados de qualquer espécie de mamíferos; ovos ou oviprodutos (de qualquer espécie do reino animal); mel ou produtos apícolas; outros produtos de origem animal ou que contenham produtos de origem animal (ossos, sangue, glicerina, gorduras, gelatina, colágeno, estabilizantes, conservantes, emulsificantes, edulcorantes...)

DEFINIÇÃO DE PRODUTO VEGANO ORGÂNICO (SVB)

São todas as substâncias ou preparados, que excluem de sua formulação qualquer tipo de carne e seus derivados (bovinos, aves, suínos, peixes, frutos do mar, insetos...); leite ou derivados do leite (originados de qualquer espécie de mamíferos; ovos ou oviprodutos (de qualquer espécie do reino animal); mel ou produtos apícolas; outros produtos de origem animal ou que contenham produtos de origem animal (ossos, sangue, glicerina, gorduras, gelatina, colágeno, estabilizantes, conservantes, emulsificantes, edulcorantes...) e que tenham sido obtidas em conformidade com os regulamentos orgânicos

*matéria completa em http://www.svb.org.br/vegetarianismo/documentos/svb-e-ecocert-brasil-lancam-selos-vegetarianos-2.html

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Faiah discute produção cultural como espiritualidade no forum pela não violência


A Faiah esteve presente no II Forum Brasileiro "Pela Não-Violência Ativa" que aconteceu nos dias 10 e 11 de novembro, no Tendal da Lapa e tinha como tema: aTUAação transforma!
O evento reuniu diversas organizações e pessoas de todo o Brasil que discutiram de forma segmentada alguns temas como: Meio Ambiente, Mídia Ativista, Integração Latino-Americana, Saúde e Qualidade de Vida, Espiritualidade e Ação Transformadora entre outras.



Como não poderia deixar de ser, a Faiah egajou-se na última mesa sitada, e após as discussões, interrompidas apenas para um almoço vegetariano e a apresentação de um grupo de capoeira, definimos o seguinte material conclusório:

II Forum Brasileiro
Pela não-violência ativa


Mesa: Espiritualidade e ação transformadora
Quantidade de participantes: 17
Instituições participantes: Movimento Humanista, A mensagem de Silo e o Instituto Cultural Faiah

Pontos Relevantes do Encontro: O respeito à diversidade e o aprendizado mútuo.
Conclusões e propostas: A mesa conclui que há pontos em comum entre todas as linhas espirituais, sendo eles:
· O amor;
· Não fazer ao próximo o que não gostaria que fizessem para ti;
· A busca pelo sentido da vida;
· O sentimento de ligação (união) entre os seres e o meio;
· A concordância no pensar, sentir e agir, rumo ao desenvolvimento pessoal e coletivo.
Definimos que ação transformadora, parte do íntimo, transformando à si próprio e posteriormente o meio.

Entendemos que a mudança se dá como numa plantação, é preciso semear em terreno fértil, adubar e regar até que comecem a florescer e seja possível a colheita.
Sob essa perspectiva deliberamos a seguinte estratégia de ação:
Criar âmbitos, possibilitando o entendimento e a busca espiritual. Aguçando o interesse de forma sutil, seja através da arte, de dinâmicas ou de práticas, potencializando as qualidades do indivíduo, fomentando a expressão, a auto-estima, senso-crítico e o desenvolvimento-humano. Em outras palavras, a evolução do Ser.

Para isso, criaremos uma rede de troca de experiências e ações conjuntas como o sarau (com nome a ser definido) no Pq. Caucaia, pré-agendado para maio (tempo médio até o próximo fórum) como forma de encontro entre os pólos São Paulo, Rio e Curitiba, que se dispuseram a desenvolver ações nesse período de 6 meses, sob a proposta apresentada. Aproveitando o espaço para a troca de ‘know-how’ (tecnologia/conhecimento) e a partir desse encontro, trabalharmos no sentido de expandir e ocupar mais espaços, assim como o próprio fórum.

__________________________________


Após a leitura da conclusão para todos os presentes, o grupo apresentou uma performance que simbolizava a idéia do plantio e cada semente como a contribuição individual, finalizada com a quebra do vaso.
Este foi mais um encontro, para a solidificação de um mundo novo, proporcionando o intercâmbio entre os grupos, novos contatos e planos de ação. Num clima muito humano, pacifico mas ativo.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Programação para o fim de semana



Para maiores informações sobre os eventos acesse a Agenda do mês.

E confira a seguir um vídeo entitulado "Você aprende", texto de w. Shakespeare.


video